Remédios da Natureza

depositphotos_43514265-stock-photo-capsules-on-white-background.jpg

         A terapia natural agora é amplamente definida de uma forma pragmática e metodológica, em termos de seus meios e métodos.

Medicamentos ou remédios naturais são:

  • Luz – ar – água – terra – clima

  • Vegetais – animais (sanguessugas) – produtos de origem animal (requeijão, mel)

  • Alimentação – excreções

  • Tratamento com as mãos

     

Entre outras coisas, trata-se de saber aproveitar o meio ecológico que nos rodeia.

Suas características: simples, presentes na natureza, em todos os momentos, disponíveis a todos, inofensivas; no entanto,       razoavelmente ativo apenas com conhecimento preciso da técnica de aplicação.

          As formas ou procedimentos terapêuticos da medicina naturopática referem-se ao tratamento adequado dos referidos remédios e são: fitoterapia (fitofármacos), balneoterapia, climatoterapia, helioterapia, geoterapia, termoterappia, hidroterapia, terapia do movimento, respiração, nutrição (trofologia), entre outros.

         Muitos outros procedimentos, parcialmente tecnificados, completam a oferta. A terapia neural, a ozoniterapia, a hidrocolonterapia, a acupuntura, a osteopatia ou quiropraxia, por exemplo, agora têm bons princípios clínicos. No entanto, existem outros fatores interessantes que precisam ser compensados primeiro. Terapia como homeopatia, homotoxicologia, orto molecular, a medicina tradicional chinesa e acupuntura, a medicina ayurvédica e outras medicinas tradicionais têm muitos em comum com a medicina naturopática e permanece um sistema aberto a novidades terapêuticas, o que não significa que na medidina naturopática se esgueire em todas as pseudociências.

Princípios de Aplicação

O sentido da natureza

          Na literatura médica por volta da virada do século – e mesmo mais tarde, uma diferença bastante uniforme é feita entre quatro possibilidades de trabalho, ou seja, princípios de uma terapia (ver tabela I), eliminação direta de fatores de doença (principio de eliminação), a mudança de que falta (substitutio), a direção das funções do corpo e as mudanças da doença e o principio do estimulo saudável, capaz de produzir a reação adequada no organismo (estimulo).

Os quatro princípios da Terapia Médica :

cliten.PNG

Os três primeiros princípios terapêuticos são o grande resultado

da medicina convencional que tem obtido sucesso: antibioticoterapia e cirurgia eliminatória (eliminatio), a substituição das vitaminas e hormônios e a ortopedia moderna (substittutio), bem como os grande sucessos da influência farmacoterapêutica das funções corporais (directio).

        A medicina naturopática contempla e realiza em suas terapias todos os princípios terapêuticos listados a seguir na tabela II.

Vários princípios de trabalho ou procedimentos individuais da Medicina Naturopatica

cliten.PNG